quarta-feira, 12 de junho de 2013

Janelas



Todas as janelas escondem algum segredo; ou vários. 

Sou fascinada por janelas, em geral. Principalmente aquelas dos edifícios antigos do centro da cidade. 
Não sei quando essa paixão começou, só sei que eu poderia passar horas e horas do meu dia apenas olhando para elas, observando, durante a noite, o contraste das luzes com os edifícios. 


Olho para aqueles prédios do centro da cidade, e vejo suas janelas. Quantas pessoas já passaram por ali, viveram ali, amaram ali, morreram ali?! São tantas vidas que se cruzam naqueles pequenos pontos de luz espalhados que tornam charmoso o caos da cidade... 

Eu imagino os segredos e vidas que essas janelas escondem. E são tantas, pelo mundo inteiro... Queria eu ter um binóculo mágico para poder olhar dentro delas, ver o que existe e respira ali. Ver o que sim e o que não. Compartilhar de todas as histórias que sim e todas as histórias que não. 


Essas janelas que emanam luzes. Essas luzes que escondem vidas. Essas vidas que se escondem pelas janelas. E essas janelas que abrigam segredos. 

Um comentário:

  1. Muito bacana o texto, lembrou o voyeurismo presente no filme Janela Indiscreta.
    Beijos!

    ResponderExcluir